domingo, 6 de junho de 2010

Vida de Garoto

Recentemente virei um viciado da porra em Vlogs (vídeo Logs, caso alguém não saiba o que é), passei muitas horas de estudo e perdi várias horas de sono assistindo à alguns. Hoje estava assistindo o vlog do Felipe Neto, o "Não Faz Sentido", o qual muitas pessoas que conheço elogiaram e outras muitas criticaram. Eu ainda não formei uma opinião sobre ele, mas vamos ao assunto que quero tratar.
Assistindo um de seus vídeos, um que fala sobre a série Vida de Garoto, estrelado pelos colírios da Capricho, fiquei curioso e pensei, "vou ver um capitulo só pra ter uma noção do que está "rolando" no momento." Quando comecei a assistir já fiquei pasmo.
O capitulo que aturei, conta a história de 3 garotos (os colírios), que estão em uma viagem, sozinhos indo para uma casa de praia em São Lourenço. Lá eles conhecem 3 garotas que batem na porta deles para pedir chocolate em pó, o que eles não tinham. Algumas cenas depois eles estão na praia jogando freesbie, e procurando as garotas do chocolate em pó. Depois de um bom tempo sem encontra-las eles resolvem sentar e tirar um binocolo enorme sei lá de onde para procura-las novamente e as encontram desta vez. Fim do Capitulo.
Agora vem aquela pergunta que não quer calar. Que porra que é aquela série? Serve pra que fora fazer merchan de desodorante? O que as pessoas que assistem absorvem de bom?
Minha opinião sobre essa série: É uma merda, não deviam ter gasto dinheiro produzindo uma coisa dessas, não acrescenta nada ao espectador e não demonstra o mínimo de cultura. Só demonstra futilidade e o vazio da mente em relação a conteúdo.
Meu conselho: Pessoas, não percam o tempo de vocês com isso. Tirando as palavras do Felipe Neto, "A série é só um pornô infantil".

5 comentários:

  1. Thiago Papageorgiou6 de junho de 2010 19:21

    Ora, é apenas mais um exemplo do vazio artístico-cultural dos dias de hoje... e, sinceramente, dos "Colírios da Capricho" não dá pra esperar algo melhor, dá?
    Concordo com você, mas é a mais pura realidade. Infelizmente vamos de Charles Chaplin, Kubrick, Hitchcock, mencionando apenas esses 3 grandes do cinema, deixando de lado a literatura, música e tudo o mais, a isso.

    ResponderExcluir
  2. Com toda certeza é tudo um bando de "Lixo sem cultura"... Reforço que gosto do Felipe Neto e acho as opiniões dele bem interessantes... O humor ajuda e a visão é bem clara...
    Enfim, o que eu disse lá no meu post do blog e o que eu ainda acho é que o Jovem não sabe o que quer e a mídia não ajuda em nada... Só mais um bando de masturbação ao ego frégil adolescente... to de saco cheio disso...

    Bom texto Alex... curti pacas os últimos...

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pelos comentários. Me mandem sugestões do que escrever.

    ResponderExcluir
  4. Eu também acho ridículo tudo isso, mas esse material é "vendido" para um público especifico que curte. Apesar de achar um lixo, precisamos respeitar o gosto das demais pessoas. Assim como eu acho ridículo também o programa do Nelson Rubens, mas vai ver quanto tepo de programa no ar o cara tem...

    Nós devemos nos preocupar em produzir coisas produtivas para a população, mas não podemos pensar que todas as pessoas gostam das mesmas coisas que nós.

    ResponderExcluir
  5. Concordo. Mas devemos produzir conteúdo cultural e oferecer com linguagem adolescente. não apenas criar criar essas babaquices e vende-las a altos preços.

    Só linguagem jovem não adianta, tem que ter conteúdo.

    Valeu pelo coment!

    =)

    ResponderExcluir

Solte o verbo, diga o que achou do que escrevi.